Etapa

Felgueira > Arouca

GRANDE ROTA DAS MONTANHAS MÁGICAS

280KM DE PURA EVASÃO!

Esta é a rota de eleição para quem deseja conhecer os seus limites, um segredo bem guardado para os amantes de BTT. Nela encontrará inúmeros locais de contemplação, onde poderá repousar a vista e escutar o som das montanhas, onde cada vale esconde um segredo e cada aldeia uma tradição.

Etapa

Felgueira Arouca

Distância
36.3km
Duração
4 a 5 horas
Desnível
+1000m
Desnível
-1480m
Setor 13

Felgueira Merujal

Localizada às portas da Serra da Freita, no concelho de Vale de Cambra, en- contramos a aldeia da Felgueira. Classificado como Aldeia de Portugal, este núcleo tradicional encontra-se a uma curta distância do Miradouro do Cabeço do Gralheiro e do Centro Interpretativo da Serra da Freita, onde
poderá conhecer um pouco mais sobre este conjunto montanhoso e sobre o modo de vida das populações das aldeias circundantes. Terra de gentes de trabalho, a sua paisagem desenvolve-se em pequenos socalcos agrícolas, onde ainda se vê o gado a pastar nas encostas da serra. A gastronomia é, também, um ponto forte deste pequeno núcleo. Aqui pode-se saborear a vitela e o cabrito assados em forno a lenha, acompanhados pelo vinho verde da região. Na envolvente da aldeia destacam-se diversos elementos naturais, como é o caso do sítio de interesse geológico “Falha da Felgueira-Preguinho”.

Detalhes do Setor

  • Início Felgueira Obter direções
  • Fim Merujal Obter direções
  • Distância 13.3km
  • Duração Média 1h30 a 2h
  • Desnível + 400m
  • Desnível – 275m
  • Nível de Dificuldade Moderado
Setor 14

Merujal Arouca

Merujal é uma pequena aldeia da Serra da Freita, onde se localiza o Parque de Campismo com o mesmo nome, ponto de partida para percursos pedestres e múltiplas atividades de natureza. A Serra da Freita faz parte do Maciço da Gralheira, juntamente com a Serra da Arada e do Arestal. Alguns dos seus cumes ultrapassam os 1.000 metros de altitude, albergando espécies raras de fauna e flora, algumas em vias de extinção. O coberto vegetal é predominantemente constituído por urze e carqueja e, nas zonas de encosta, por pinheiros, carvalhos, medronheiros e azevinho. Para além do rio Caima, nascem nesta serra múltiplos ribeiros que desaguam nos rios Paiva e Arda. Na sua vasta extensão encontram-se 17 dos 41 geossítios do Arouca Geoparque Mundial da UNESCO, nomeadamente a Frecha da Mizarela, as Pedras Parideiras e as Pedras Boroas do Junqueiro.

  • Início

    Com início junto ao Parque de Campismo do Merujal, esta etapa atravessa a aldeia com o mesmo nome e continua por uma longa descida até ao vale de Arouca. Esta descida, pela meia encosta da vertente noroeste da serra da Freita, é feita por um caminho rural panorâmico e de grande beleza. Chegado ao sopé da serra atravessam-se as aldeias de Chão de Espinho, Espinho, Adaúfe e Espinheiro. O percurso segue por uma zona agrícola com algumas manchas florestais até Moldes e entra na vila de Arouca pela zona sul, passando ao lado do polo industrial. A etapa termina no centro, junto ao parque de lazer de Arouca.

  • Destaques

  • Regras e Recomendações

    Siga as regras e Recomendações da Grande Travessia das Montanhas Mágicas. Consulte aqui.

Detalhes do Setor

  • Início Merujal Obter direções
  • Fim Arouca Obter direções
  • Distância 23km
  • Duração Média 2h30 a 3 horas
  • Desnível + 600m
  • Desnível – 1205m
  • Nível de Dificuldade Difícil